Ferreira continua com dores no joelho e pode adiar sua volta que poderia acontecer domingo entra Bahia e Grêmio

Ferreira continua com dores no joelho e pode adiar sua volta que poderia acontecer domingo entra Bahia e Grêmio

Anúncios
Anúncios

Apesar de esperar que Ferreira volte ao Bahia neste domingo, a presença do camisa 10 do Grêmio em Salvador é incerta. Como esperava o colunista da GZH, Eduardo Gabardo, os jogadores não têm garantia de retornar à próxima rodada da Série B. Ferreira deve viajar para o nordeste com a delegação.


O atacante vêm aumentando gradualmente sua carga de trabalho desde que retornou da cirurgia para remover hérnia inguinal em 11 de maio. O prognóstico inicial era de que a fase de recuperação do procedimento durasse cerca de dois meses, mas Ferreira voltou a treinar mais cedo do que o médico esperava. No entanto, esse retorno não significa que Roger Machado possa usar o jogador. De acordo com o departamento médico o jogador tem capacidade física para jogar contra o Bahia por alguns minutos, mas o camisa 10 sente um pouco de dor na região pubiana por estar “não confiante”. Estou relatando isso. O local fica próximo ao local onde foi realizada a cirurgia em maio. Dada a dificuldade da série de lesões de Ferreira nesta temporada, esta questão é tida como certa.

Anúncios
Anúncios


No entanto, a comissão técnica também quer ter muito cuidado e confiar no atacante apenas se estiver confiante em suas ações. O plano de recuperação desde a operação tem decorrido sem problemas.
O jogador ficou completamente descansado por vários dias após a intervenção. Começou com trabalho físico leve e atividades coletivas antes do início do treinamento de campo no início de junho.


Depois de terminar a temporada passada como um dos poucos destaques do time, marcando dois gols nas últimas oito rodadas do Brasileirão e dando cinco assistências, Ferreira está perto realmente de voltar ao elenco. O assédio dos bastidores do Flamengo conseguiu acabar com a novela do Grêmio, que vinha sendo arrastada desde meados de 2021.

O clube anunciou brilhantemente a prorrogação do contrato do atacante, como a chegada de reforços, e entregou ao jogador a camisa 10. No entanto, a lesão no tendão no terceiro jogo do time principal este ano inesperadamente atrapalhou o plano. Oficialmente, a questão que causou toda a polêmica foi uma única tensão nos músculos adutores da coxa direita, anunciada em 14 de fevereiro.

Pessoas próximas ao jogador alegaram que o clube não fez o diagnóstico correto naquele momento, e o problema era mais grave. O camisa 10 deve continuar pelo resto do ano no Tricolor Gaúcho.

Anúncios
Anúncios

A dor continua a assolar o jogador envolvido ainda na decisão estadual contra o Ipiranga, na estreia da Série B contra a Ponte Preta e na partida contra a Chapecoense. No dia 20 de abril, às vésperas da partida contra o Guarani, o clube divulgou um comunicado informando que Ferreira não estava no elenco após relatar dores nos músculos adutores da coxa direita.

As investigações do departamento médico não encontraram feridos em campo. O jogador do
foi consultado por um médico de confiança e recebeu terapia com células-tronco sem autorização do clube. Os jogadores que ainda sofrem de dor na área visitarão o especialista em hérnia Dr. Marcus Reusch em 10 de maio. Ferreira descobre hérnia e fará cirurgia no dia seguinte. Apesar das informações do Presidente
de que Ferreira irá viajar, pessoas próximas ao Jersey 10 esperam que ele só jogue contra o Nautiko na arena no dia 8 de julho. Os fãs têm uma resposta nesta sexta-feira (1).

Gremista

© Gremista. Todos os direitos reservados.