Grêmio pode faturar R$ 30 milhões com dois negócios

Grêmio pode faturar R$ 30 milhões com dois negócios

Anúncios
Anúncios

Com as negociações difíceis, a direção do Grêmio sonha com dois negócios na Europa que podem salvar as finanças do clube até o final do ano de 2022.

Anúncios
Anúncios

Para quem não sabe, a tabela salarial do clube é de R$ 10 milhões. Mesmo na Série B, para não ter contas, é preciso vender pelo menos mais de R$ 30 milhões nesta janela do meio do ano. Caso contrário, terá que fazer um empréstimo bancário para pagar o salário dos jogadores até dezembro.

Com isso em mente, o sonho é vender, mas é muito complicado. Então, as possíveis vendas de Arthur da Juventus e Pepê no Porto começaram a ser valiosas.


O primeiro é Arthur: o meio-campista deve deixar a Juventus. Ele não vai jogar lá o técnico está avaliando a situação dele na Juventus. Recentemente, o Arsenal voltou a aparecer como parte interessada da compra do jogador.

Anúncios
Anúncios

Isso seria o ideal, e um clube de tamanho inglês surgir e comprar Arthur. Porque a Roma e Valência já investigaram, mas querem o jogador por empréstimo, basta pagar R$ 2,5 milhões de reais por mês. Não é lucrativo para o Grêmio, pois só recebe em vendas. Em caso de nova venda, o Tricolor detém 3,5% de participação. Essa é uma grande porcentagem.

Quer ver? É improvável que o valor seja tão alto quanto da última vez, mas o Grêmio ficou com incríveis R$ 15 milhões de reais quando trocou o Barcelona pela Juventus.

Agora, é difícil igualar, mas metade disso já é muito dinheiro, vindo do nada e vindo para o Grêmio.


Outro negócio a caminho é o Pepê. O movimento do Porto incentivou essa direção. O português chegou a São Paulo e gastou 10 milhões de euros para conseguir que Gabriel Veron deixasse o Palmeiras. Ala, 19 anos.

A visão da diretoria, essa situação é um claro movimento para antecipar a chance real de vender o Pepê. Há dois meses, o Newcastle, da Inglaterra fez uma proposta oficial de 35 milhões de euros pelo ex-Gremista. O presidente do Porto recusou e disse que só conversa por 50 milhões de euros, mas há quem diga que, com 40 milhões de euros, tem negócio.

O Grêmio tá muito interessado porque tem 12,5% de plus valia em uma negociação. Ou seja,12,5% de uma valorização.

Confirmando os 40 milhões de euros, retira-se 15 milhões de euros, valor pago pelo Porto ao Grêmio, e coloca 12,5% em cima dos 25 milhões de euros restantes.

Só ai, em uma conta simples, estamos falando de R$ 16 milhões. No mínimo. Ainda teria mais 2% por participar da formação. O valor é menor que os 5% porque a formação foi feita junto com Foz, Coritiba e Athletico, por onde o Pepê passou antes daqui.

Resumindo, há duas negociações que podem dar ao Grêmio até R$ 30 milhões de reais na conta. Claro que eles precisam de confirmação, mas a direção é a observação. A soma é fundamental para passar pela Série B sem deixar dívidas bancárias, e será um grande negócio, dada a reconstrução que deve acontecer no próximo ano.

Gremista

© Gremista. Todos os direitos reservados.