O dia em que Luan marcou o Grêmio e calou quase 60 mil pessoas no Maracanã

O dia em que Luan marcou o Grêmio e calou quase 60 mil pessoas no Maracanã

Anúncios
Anúncios

Um dia que marcou a vida dos torcedores gremistas, que festejaram com muita alegria na casa dos rubro-negros.

Em 6 de setembro de 2014, no estádio Maracanã, o Grêmio jogava contra o Flamengo, com mais de 57 mil torcedores rubro-negros cercando os torcedores gremistas.

Pressão insana!

Anúncios
Anúncios

Os torcedores do Urubu não cessaram suas cantorias de apoio ao Flamengo ao longo de todo o jogo, no entanto, isso não abalou nem um pouco sequer a torcida do Tricolor Gaúcho. Nesse embate super difícil, o Grêmio saiu vitorioso, com um gol marcado ao fim da partida, talvez, uma das mais difíceis, até então.

Nos primeiros 25 minutos de jogo, o Flamengo quase não conseguiu passar do meio de campo, já que o Tricolor Gaúcho estava em posse da bola durante um bom tempo, sem dar brecha para o rubro-negro. O Grêmio foi responsável por boa parte do ataque em campo, ao longo de quase todo o jogo.

O volante Fellipe Bastos arriscou 3 chutes de fora da área, porém, o ex-goleiro gremista, Paulo Victor, conseguiu livrar o time do Rio de Janeiro. Jogando em casa, o Flamengo ainda tinha esperanças e se saíram muito bem na etapa complementar, no entanto, o Imortal Tricolor, que durante todo o jogo ficou atento ao que acontecia dentro e fora de campo, conseguiu alterar todo o roteiro do jogo, já nos acréscimos finais.

Luan foi destaque na partida

O meia-atacante Luan conseguiu marcar o único gol da partida, já nos 45 minutos finais do jogo, calando a boca dos rubro-negros no Maracanã. Anos depois, Luan se tornou um ídolo para Imortal. De fato, aquele dia 6 de Setembro de 2014, se tornou um dia histórico na trajetória do time gaúcho, comandado por Felipão, na época. O único gol marcado pelo Grêmio, na casa dos urubus, foi visto por mais de 60 mil pessoas.

Escalação do embate Grêmio X Flamengo, em 6 de setembro de 2014

Anúncios
Anúncios

Flamengo: Paulo Victor; Léo Moura, Chicão, Marcelo e João Paulo; Recife (Amaral) Canteros, Márcio Araújo e Mugni (Gabriel) Arthur (Eduardo da Silva) e Alecsandro. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Grêmio: Marcelo Grohe; Pará, Pedro Geromel, Rhodolfo e Zé Roberto; Walace, Matheus Biteco e Fellipe Bastos; Dudu, Giuliano (Fernandinho) e Lucas Coelho (Luan). Técnico: Felipão.

Valdemar medeiros

Graduado publicidade/marketing, redator há 5 anos, ajudando empresas que querem crescer na Internet. Boa leitura, e até breve!
Gremista

© Gremista. Todos os direitos reservados.