loader image
Skip to main content

Sepa Donde Votar – Consulta de Votação Local e Data

Sepa Donde Votar na Argentina? Este artigo é para ti! Te apresentaremos a situação atual da lei de voto. Assim você poderá tomar decisões difíceis e cuidar de sua voz. Você está listado para assumir o controle? ¡Vamos!

As eleições na Argentina ocorrem em diferentes níveis: nacional, provincial e municipal. Os cidadãos elegem representantes para o poder executivo e legislativo em cada um desses níveis. As eleições nacionais incluem a escolha do presidente, senadores e deputados, enquanto as eleições provinciais e municipais envolvem a eleição de governadores, legisladores provinciais, prefeitos e vereadores.

Passos Para Votar Nas Eleições 2023

A votação é uma parte fundamental das democracias em todo o mundo. A Argentina orgulhosamente oferece a todos os cidadãos o direito de voto. Para participar, você deve seguir alguns passos para evitar problemas na seção de votação. Aqui está o que você precisa saber sobre votar na Argentina.

  1. Cadastro – Se você ainda não está inscrito como eleitor, dirija-se aos escritórios da comissão eleitoral.
  2. Confira os dados – Após o cadastro, confirme se seus dados estão corretos no cadastro de eleitores cerca de 40 dias antes do dia da eleição.
  3. Plano do dia de votação – No próprio dia, chegue cedo e verifique se o seu nome e número de identificação aparecem nas listas fora da assembleia de voto.
  4. Marcando a cédula – Pense em quem você apoiará antes de ir ao estande e coloque um ‘X’ ao lado de seus nomes.
  5. Coloque a cédula – Após marcá-la, dobre a cédula e leve-a a um mesário que a lançará para você.

Vale lembrar que as mulheres só passaram a ter direitos iguais de voto em 1947, quando foi aprovada a lei nº 20.209. O governo incentiva as pessoas com deficiência ou incapazes de votar a obter o credenciamento antes do dia da votação para uma experiência mais fácil.

Por exemplo, Maria nunca votou desde que nasceu porque ouviu de seus colegas de escola sobre os processos burocráticos envolvidos no registro eleitoral. Mas ela descobriu mais por meio de folhetos em seu posto de votação local e conseguiu se registrar. Ela pôde exercer seu direito este ano! As mulheres na Argentina fazem isso por conta própria desde 1947.

Calendário eleitoral 2023: Sepa Donde Votar Para Presidente e Governadores

As eleições de 2023 na Argentina estão chegando e prometem ser um marco político importante. Além da votação para Presidente e Vice-presidente, outros cargos eletivos também estarão em jogo, como o chefe de Governo da Cidade Autônoma de Buenos Aires e 21 governadores (com exceção de Santiago del Estero e Corrientes, que já realizaram eleições em 2021).

No âmbito do Congresso, serão renovadas 130 cadeiras na Câmara dos Deputados e 24 no Senado. Essa renovação representa uma oportunidade para a reconfiguração do poder legislativo e a introdução de novas vozes no cenário político argentino.

Além dos governadores, as eleições nas províncias também englobam a escolha de prefeitos, parlamentares e vereadores, entre outros cargos eletivos. É uma oportunidade para os cidadãos expressarem suas preferências e influenciarem diretamente o futuro de suas comunidades.

No que diz respeito aos 24 novos senadores a serem eleitos, eles serão distribuídos em 8 províncias diferentes: Província de Buenos Aires, Formosa, Jujuy, Misiones, La Rioja, San Luis, San Juan e Santa Cruz. As principais coalizões políticas, Juntos pela Mudança e Frente de Todos, disputarão a maioria dessas cadeiras, com a Unidad Federal obtendo representação em duas províncias.

Calendário eleitoral 2023: Sepa Donde Votar cada província

Vale ressaltar que algumas províncias optaram por realizar as eleições em datas diferentes da eleição nacional, a fim de separar a disputa política em nível nacional daquela em âmbito local. Entre as datas confirmadas, temos:

  • Misiones, Jujuy e La Rioja, que não têm PASO (Primárias, Abertas, Simultâneas e Obrigatórias), votarão em 7 de maio.
  • San Juan, Salta, La Pampa e Tierra del Fuego elegerão um governador em 14 de maio (San Juan votará apenas para deputados e prefeitos provinciais).
  • Mendoza realizará as PASO em 11 de junho e as eleições gerais em 24 de setembro.
  • San Luis e Corrientes já votaram em 11 de junho. Tucumán também se juntou a essa data após a decisão do Supremo Tribunal que suspendeu a liminar.
  • Chaco terá etapas de votação em 18 de junho e 17 de setembro.
  • Formosa e Córdoba votarão em 25 de junho.
  • Santa Fe realizará as PASO em 16 de julho e as eleições gerais em 10 de setembro.
  • Na Cidade de Buenos Aires, Província de Buenos Aires e Catamarca, as PASO serão realizadas em 13 de agosto e as eleições gerais em 23 de outubro.

Essas diferentes datas de votação refletem a diversidade do sistema político argentino e a autonomia das províncias em determinar suas próprias agendas eleitorais. Em cada uma dessas ocasiões, os eleitores terão a oportunidade de fazer suas escolhas e moldar o futuro político do país e de suas comunidades locais.

Quais São os Documentos Habilitados Para Votar

Para votar na Argentina, o eleitor deve ter um documento de identidade válido . São aceites cartões DNI, passaportes, cartão DNI ‘Nuevo’ (emitido a partir de Junho de 2015), título de eleitor provincial/municipal, carta de condução nacional e credenciais de entidades públicas ou privadas (apenas em determinados casos).

É importante lembrar que documentos vencidos não funcionarão . Se você esquecer de trazer um documento de identidade aprovado, não poderá votar.

Antes de votar, certifique-se de verificar se você possui os documentos corretos. Não perca a chance de fazer sua voz ser ouvida e moldar o futuro! Procure onde votar com seu DNI e mostre seu espírito democrático!

Direito de Voto Das Mulheres

O direito de voto das mulheres foi uma vitória duramente conquistada , após décadas de ativismo e lobby dedicados. Não foi até 1947, quando Eva Perón liderou uma intensa campanha pelo sufrágio feminino, que se tornou realidade na Argentina. Este foi um momento histórico, não apenas para a Argentina, mas também para a América Latina.

No entanto, ainda há muito a ser feito. As mulheres ainda estão sub-representadas na política. Sem representação adequada, esses direitos não podem ser totalmente utilizados. Portanto, medidas devem ser tomadas para capacitar as mulheres e dar-lhes oportunidades iguais.

Cotas obrigatórias para representação política e educação em igualdade de gênero são essenciais. Assim, as próximas gerações poderão compreender a importância da representatividade política para todos. Ao fazer isso, podemos garantir que os ganhos obtidos sob ‘derecho al voto de la mujer’ sejam mantidos e aprimorados nos próximos anos.

Como saber onde votar com DNI na Argentina

Quer saber onde votar na Argentina usando seu DNI? Verifique primeiro o caderno eleitoral. Este rolo irá dizer-lhe a que estação de voto deve ir, com base no seu endereço residencial. Você pode obter esta informação online. Acesse o site do Registro Nacional Eleitoral e digite seu DNI ou sobrenome e data de nascimento.

Como alternativa, ligue gratuitamente para o número 0800-999-7237 . Ou, use o aplicativo móvel ‘ vot.ar ‘ para saber onde votar.

As assembleias de voto são geralmente instaladas em escolas públicas ou centros comunitários. No dia da eleição, abrem às 8h e fecham às 18h. Mas, confirme as horas exatas com o centro de votação designado.

É muito importante saber onde votar. É seu direito participar da democracia argentina. Nos últimos anos, a participação eleitoral diminuiu. Alguns especialistas dizem que é devido à apatia ou à decepção das pessoas com os políticos. Todos os cidadãos elegíveis devem ter uma palavra a dizer e fazer a diferença votando no dia da eleição.

VEJA TAMBÉM

Redação

Lúcio Pereira, apaixonado por palavras e narrativas, é um redator de blog com mais de 5 anos de experiência. Especializado em tópicos de tecnologia, esportes e entretenimento, sempre buscando engajar e informar seus leitores de maneira original e criativa.