Ultimato no jogo contra Vasco, em de resultado negativo terá mudanças

Ultimato no jogo contra Vasco, em de resultado negativo terá mudanças

Anúncios
Anúncios

Grêmio vai mudar em caso de resultado negativo diante do Vasco no quinta-feira(2).

O elenco se reapresenta hoje tarde e fará treino hoje e quarta(1), logo após viaja para o Rio de Janeiro. Ontem numa entrevista rápida na chegada da delegação o presidente Romildo Bolzan Jr disse:

– Sem mudanças. Vamos mudar não mudando. Confiar que estamos fazendo um bom trabalho, que tudo isso é uma questão de encaixe e vamos trabalhar muito para esse encaixe. Se isso não é uma verdade definitiva, nesse momento é, e vamos trabalhar muito para vencer o Vasco

Romildo Bolzan Jr
Anúncios
Anúncios

No dia de ontem teve uma reunião, e o presidente usou palavras como “mobilização” para a próxima partida. A garantia do treinador Roger é dada somente até o jogo contra o Vasco, o que mais se fala nos bastidores é o descontentamento com o treinador Roger e o Vice Denis Abrahão que mantém o mesmo discurso de 2021.

Na reunião que esteve presente o presidente Romildo Borzan Junior, o vice-presidente de futebol Denis Abrãhão, o diretor de futebol Sergio Vazquez e o executivo Diego Cerri se reuniram por cerca de uma hora e meia na tarde de segunda-feira. Na agenda, os diretores estão exigindo uma resposta imediata para superar a atual crise do Série B.

A decisão de ontem foi, “mudar não mudando”, segue um ambiente de pressão até o jogo com o Vasco, em São Januário, na quinta-feira(02). O duelo ganhou pressão e nome de “ultimato” para o técnico Roger Machado e departamento de futebol.

– Temos que começar a vencer partidas. Não é possível ter um sofrimento tão grande em um campeonato como este, que é importante, são adversários respeitáveis, mas precisamos vencer e fazer um campeonato mais tranquilo – afirmou Romildo Bolzan.

Anúncios
Anúncios

A possibilidade de troca a após o jogo contra o Vasco é grande, os nomes mais mencionados pela torcida Gremista começam a surgir nos bastidores. O mais forte deles é o ídolo Renato Portaluppi, multicampeão com o Tricolor nos últimos anos. Inclusive, Gremistas que estiveram no Serra Dourada no domingo gritaram o nome dele, enretanto alguns querem ver Lisca no Grêmio, mas não é unanime pela torcida.

Enquanto isso Roger Machado tem dois dias para monstrar e tentar se manter no cargo que parece ficar difícil a cada jogo.

Gremista

© Gremista. Todos os direitos reservados.