O presidente Romildo Bolzan manifesta possível apoio a candidatura de Denis Abrahão: “Dirigente consolidado”

O presidente Romildo Bolzan manifesta possível apoio a candidatura de Denis Abrahão: “Dirigente consolidado”

Anúncios
Anúncios

O Grêmio participará do processo eleitoral para determinar seu novo presidente, enquanto busca voltar a Série A do Brasileirão. Romildo Bolzan Jr está no cargo desde 2014 e não poderá concorrer. Questionado sobre a candidatura do atual vice de futebol Denis Abrahão, Romildo concordou.

— Todos os nomes que surgiram são colocados para discussão pública. O Grêmio tem uma cláusula de barreira dentro do conselho, então veremos de fato depois. Todos conhecem bem o processo, creio que não terá dificuldade de entendimento. Vejo Denis como um nome perfeitamente preparado para participar.

Romildo Bolzan


O processo eleitoral começa em 24 de setembro, quando metade das comissões deliberativas será renovada. Em outubro, está prevista a definição da diretoria da CD e o primeiro turno das eleições para presidentes de clube, quando apenas os diretores podem votar.

Anúncios
Anúncios


A segundo turno está marcada para 5 de novembro. No entanto, esta é a data para a rodada final da Série B. Portanto, a segundo turno pode ser adiada para a semana seguinte. Para Bolzan, Denis Abrahão poderia continuar administrando o departamento de futebol mesmo com a eleição.

— Se bem o conheço, e conversamos sobre isso, ele não abre mão. Vi muitas críticas. Tem situações que as pessoas merecem se recuperar e reparar aquilo que tiveram participação. Como ele tem capacidade, pode reverter essa situação. É um dirigente consolidado, de um gremismo que todos nós devemos respeitar. Se ele tiver vontade, terá muito respaldo de seus companheiros.

Romildo Bolzan

Romildo Bolzan revelou que está novamente preocupado que a eleição interfira no desempenho do time em campo. No entanto, ele está ciente de movimentos políticos mais cautelosos no clube e disse que intervirá se necessário.

Previsão e calendário eleitoral do Grêmio

24/9 – Eleição de 50% do Conselho Deliberativo (sócios votam)

17/10 – Eleição da mesa diretora do CD (apenas conselheiros votam)

26/10 – 1º turno para escolha do presidente (apenas conselheiros votam)

*5/11 – 2º turno para escolha do presidente – sócios poderão escolher entre as chapas que ultrapassarem a cláusula de barreira (20% dos votos no conselho)

Gremista

© Gremista. Todos os direitos reservados.