Tag: GrêmioxOperário-PR

Vice-líder Grêmio bate o Operário-PR por 5 à 1 numa noite iluminada dos atacantes Diego Souza e Elkeson

Um início onde parecia que o Tricolor iria fazer uma goleada.

Os primeiros 15 minutos foram totalmente dominados pelo Grêmio, aos poucos o Operário-PR foi ocupando os espaços do meio-campo do Tricolor e efetuando alguns ameaços. Numa jogada de ataque, o meia-atacante Guilherme ficou de frente com o goleiro Vanderlei, ex-Grêmio, chutou com força, mas nas mãos do arqueiro.

Na reta final do primeiro tempo, num contra-ataque matador, sobrou na esquerda na canhota do Campaz que deu uma paulada no lado esquerdo do goleiro Vanderlei fazendo 1 à 0 para o Grêmio.

Segundo tempo começo melhor que o primeiro, e com nove minutos Diego Souza recebeu a bola dentro da área, girou bateu mascado e fez 2×0 porém o bandeira deu impedimento, no entanto o VAR, chamou e confirmou o gol do artilheiro Diego Sowza como é chamado.

Mal deu para comemorar e o time paranaense reagiu rapidamente e numa bola alçada na área do Grêmio o Operário-PR fez de cabeça descontando 2 à 1.

Aos 26 minutos, em mais um contra-ataque rápido do Tricolor Gaúcho, Diego Souza, numa noite iluminada, deu passe perfeito para Biel enfiando a bola entre os dois zagueiros, que chutou na saída do goleiro Vanderlei, fazendo Grêmio 3×1 Operário-PR.

Grêmio se distanciando e muito do quinto colocado, numa boa “gordura” de 10 pontos, mais de 3 partidas, ou seja, se firmando cada dia mais indo na direção da Série A.

Elkeson entrou no lugar de Diego Souza e num lance de disputa o jogador do Operário-PR numa entrada maldosa na cabeça do atacante do Grêmio o Var acabou chamando e o juíz expulsou o zagueiro, deixando o Tricolor com um homem a mais em campo.

O Grêmio apertou ainda mais o time paranaense e aos 45 minutos numa bola alçada na área, Elkeson de cabeça empurrou para o fundo das redes fazendo seu primeiro gol na Série B.

Em noite inspirada dos atacantes do Grêmio Diego Souza e Elkeson, ainda tinha mais um gol do atacante, Janderson cruzou e o camisa 9 disputou com o goleiro Vanderlei fazendo o quinto gol do Grêmio.

GrêmioxOperário-PR

Lucas Leiva, Villasanti, Campaz ou Bitello quem desses vai para o jogo, Grêmio preparado diante do Operário-PR

O Grêmio será testado com o Operário-PR nesta terça-feira (9), a partir das 19h, na Arena. Com todas as peças liberadas e prontas, Lucas Leiva, Villasanti, Bitello, Campaz e Thaciano brigam por três posições na equipe. A 23ª rodada da Série B contra o Paraná será a primeira a ver como Roger Machado vê o meio-campista do Grêmio. Entre uma escalação mais ofensiva ou uma escalação com mais jogadores defensivos, o treinador terá investimento nessa área do meio de campo.

Roger tende a repetir a estrutura usada na vitória sobre o Guarani. Lucas Leiva e Villasanti devem formar o time de duplas, enquanto Campaz pode organizar o time com mais liberdade. Bitello e Thaciano serão escolhas durante o jogo. Ainda em Campinas, o comandante tricolor foi questionado sobre a situação:

— É um problema bom, né. Villasanti vive, talvez, o melhor momento da carreira. Tem o gosto de proteger a defesa. A orientação para a dupla era para que Lucas avançasse mais, e Villasanti fizesse mais a proteção. Foi um bom casamento, mas é uma boa dúvida para o próximo jogo. Não está nada definido, mas o entrosamento neste primeiro jogo deles foi muito bom.

Roger Machado

A avaliação da comissão técnica é que após a chegada de Lucas e Thaciano, esse grupo de jogadores passou a oferecer mais flexibilidade na função e qualidade. Até a janela se abrir, o Grêmio tinha Bitello como o único meio-campista mais ofensivo, sendo Campaz a principal opção de revezamento. Thiago Santos, Sarará e Fernando Henrique são outros jogadores usados ​​na Série B. Todos eles têm características defensivas.

O comentarista Carlos Eduardo Mansur, entende que o maior impacto da nova opção é a possibilidade de Roger combinar diferentes características. Mesmo pela situação calma, este momento permite apostar numa formação mais agressiva do que tem sido utilizada desde o início do jogo.

— Lucas com Villasanti e Campaz me agrada. Em alguns jogos, pode ter uma formação ainda mais leve, com Bitello no lugar do Villasanti, por exemplo. Especialmente para esse tipo de jogo como o de hoje (terça-feira), contra o Operário, quando se espera que o Grêmio assuma o protagonismo. É pouco palpável agora a ideia de o Grêmio não subir. Não existe mais a urgência de ser pragmático para garantir resultados.

Carlos Eduardo Mansur

Companheiro de Roger na Copa do Brasil de 1994, Pingo mencionou o número de opções do treinador como positivo para o Grêmio. O ex-meio-campista ressaltou a necessidade de ter cuidado redobrado para não sentir a saída do time titular caso Bitello fosse escolhido como substituto.

— A estrutura do time dependerá muito do que Roger pretende fazer. São jogadores de qualidade, alguns mais defensivos e outros mais técnicos. Roger sabe qual é a necessidade para cada jogo. Isso não é dor de cabeça. Quanto mais opções, melhor para o treinador. O momento do Bitello era muito bom. Conheço bem Roger, ele certamente pensa nessa possiblidade. Acredito que ele vai trabalhar bem essa questão.

Pingo

Alternativas improváveis ​​também são analisadas. Bitello tem experiência como meio-campista no 4-2-3-1. Na vitória na arena sobre Sampaio Corrêa, por conta da lesão de Natã, Roger mudou a tática dos três zagueiros, as mesmas que são utilizadas atualmente. Na época, o meio-campista foi elogiado por sua atuação. Mas a tendência é que a experiência ainda seja utilizada como opção para a ordem do jogo e ainda não tenha sido utilizada.

GrêmioxOperário-PR

Cenários para o Grêmio após o jogo de hoje diante do Operário-PR

Uma sequência de 16 jogos sem perder afirmou a vaga do Grêmio na Série B e no G-4. A equipe de Roger Machado enfrenta o Operário-PR nesta terça-feira (9), em uma posição confortável na disputa por uma vaga no Brasileirão Série A, no ano que vem. A partida às 19h, na Arena, termina a 23ª rodada com oportunidade de subir uma posição na classificação.


O Grêmio é o terceiro com 40 pontos, o mesmo do Bahia, vice-líder, que joga fora de casa contra o Sampaio Corrêa às 21h30 desta terça-feira. Para terminar em segundo, é preciso um resultado melhor do que os baianos que têm mais vitórias (12 a 10). O Cruzeiro, que lidera com 49 pontos, continua fora de alcance.

O Grêmio só pode cair para quarto na pior das hipóteses. Último colocado da zona de classificação, o Vasco soma 39 pontos e enfrenta a Ponte Preta no Moisés Lucarelli nesta terça-feira, às 20h30. Para perder uma vaga, o Grêmio deve empatar ou perder, enquanto os Cariocas deve vencer. Se o Operário-PR vencesse os gaúchos com 4 gols e o Vasco empatasse com um gol, eles também estariam no topo da tabela.

O primeiro clube fora do G-4 foi é o Londrina com 33 pontos. Os paranaenses não têm chance de chegar no Grêmio nesta terça-feira às 21h e enfrentarão o Cruzeiro.

Os cenários do Grêmio após o jogo contra o Operário-PR

  • Se vencer: O tricolor será segundo ou terceiro colocado, mais a combinação de (depende do Bahia)
  • Se empatar: o Grêmio será segundo, terceiro ou quarto colocado mais os resultados de (depende de Bahia e Vasco)
  • Se perder: o tricolor será terceiro ou quarto colocado mais o resultado (depende do Vasco)

Grêmio hoje, GrêmioxOperário-PR

Lateral é relacionado para o jogo do Grêmio x Operário-PR

O jogo é válido pela 23ª rodada da Série B será às 19h desta terça-feira(09), na Arena.

Nicolas é um dos relacionados da equipe do Grêmio, que enfrentará o Operário-PR pela 23ª rodada da Série B. Diagnosticado com uma luxação no ombro direito após o jogo contra o Guarani, o lateral-esquerdo fez alguns treinamentos físicos no CT Luiz na manhã desta segunda-feira (8) Carvalho não reclamou de dores na região lesionada. Assim, ele estará totalmente focado na delegação e será testado para ver se consegue agir antes de sua partida na terça-feira (9).

Com os titulares com chances de passar no exame e ficar longe do confronto com o povo paranaense, o técnico Roger Machado listou o jovem Thiago Rosa além do substituto direto Diogo Barbosa.

Outra dúvida da equipe envolveu o retorno de Bitello. Disputa com Lucas Leiva ao volante de serviço suspenso em Campinas. Quem não está na lista relevante é Thiago Santos, que machucou o joelho direito no treino de domingo (7) e nem vai ficar no banco.

Provável Grêmio diante do Operário-PR

Brenno; Rodrigo Ferreira, Geromel, Bruno Alves e Nicolas; Villasanti e Lucas Leiva (Bitello); Biel, Campaz e Guilherme; Diego Souza.

Roger Machado

Goleiros: Brenno e Gabriel Grando
Zagueiros: Geromel, Bruno Alves e Natã
Laterais: Rodrigo Ferreira, Edilson, Nicolas, Diogo Barbosa e Thiago Rosa
Volantes: Lucas Leiva, Villasanti, Bitello, Lucas Silva e Sarará
Meias: Campaz, Pedro Lucas, Gabriel Silva e Thaciano
Atacantes: Biel, Diego Souza, Elkeson, Guilherme e Janderson

Técnico Roger

GrêmioxOperário-PR, Nicolas

Grêmio x Operário-PR tem escalações e como chegam as equipes para a 23ª rodada da Série B

O confronto entre Grêmio e Operário-PR, pela 23ª rodada da Série B, será disputado nesta terça-feira (9), às 19h. A partida acontecerá na Arena de Porto Alegre.

O Grêmio está invicto há 16 jogos da Série B, e na última sexta-feira (5) venceu o Guarani fora de casa para o terceiro lugar. Se ele vencer, ele pode reintegrar o vice-líder do campeonato. Por outro lado, o Operário-PR, 15º colocado, derrotou o Náutico e conseguiu dar uma trégua na luta contra o rebaixamento. Confira as principais informações da partida desta terça-feira em Porto Alegre.

Provável escalação do Grêmio

Brenno; Rodrigo Ferreira, Geromel, Bruno Alves e Nicolas (Diogo Barbosa); Villasanti e Lucas Leiva; Biel, Campaz (Bitello) e Guilherme; Diego Souza.

Técnico: Roger Machado

Provável escalação do Operário-PR

Vanderlei; Arnaldo, Thales, Willian Machado e Fabiano; Ricardinho, Rafael Chorão e Tomas Bastos; Felipe Garcia, Paulo Victor e Getterson.

Técnico: Matheus Costa

Arbitragem

Bruno Arleu de Araujo (Fifa), auxiliado por Thiago Henrique Neto Correa Farinha e Thiago Rosa de Oliveira (trio do DF). VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (Fifa-MG)

Não só o tricolor voltou a vencer fora de casa, como também subiu um lugar na tabela de classificação e agora está em terceiro. A equipe está invicta há 16 jogos consecutivos na Série B. Os paranaenses estão perto da zona de rebaixamento e estão sem vencer há 6 jogos até vencer o Náutico na última rodada.

Como chega o Grêmio

Após vencer novamente na última rodada do jogo fora de casa, o tricolor terá a oportunidade de reconquistar a vice-liderança da Série B. Para isso, precisa vencer a Operário-PR e torcer para que a Bahia seja derrotada por Sampaio Corrêa. O técnico Roger Machado terá um problema a resolver. Bitello voltou após suspensão contra o Guarani. O jovem pode recuperar seu lugar no time titular ou sentar no banco da Arena. Além disso, Nicolas tem uma lesão no ombro mas treinou normalmente e vai para o jogo caso não der Diogo Barbosa será o substituto.

Como chega o Operário-PR

A última vitória do Operário-PR foi fora de casa aconteceu no dia 6 de junho, quando venceu o Guarani no Brinco de Ouro. A campanha dos paranaenses fora de seu campo conquistou sete pontos em 33 partidas disputadas. Os visitantes estão na 15ª colocação com 24 pontos, mas a vitória em casa sobre o Náutico na última rodada colocou o time um pouco longe da zona de rebaixamento.

Brasileirão série B, GrêmioxOperário-PR

Gremista

© Gremista. Todos os direitos reservados.