Grêmio x Cruzeiro: Qual dos dois volantes vai para o jogo?

Grêmio x Cruzeiro: Qual dos dois volantes vai para o jogo?

Anúncios
Anúncios

Há uma boa chance de o treinador reintegrar a dupla de volantes com quem jogou até a virada de turno.

Muito foi discutido esta semana, com perguntas na mente de Roger no domingo. Campaz ou Bitello? A dúvida, porém, vai para o outro lado: Lucas Leiva ou Bitello. Há uma boa chance de o treinador reintegrar a dupla de volantes com quem jogou até virar a rodada.

Anúncios
Anúncios

Roger sabia que a partida contra o Cruzeiro será mais física, e cada palmo de grama será disputado. Lucas Leiva será o titular deste Grêmio por sua qualidade e retrospectiva, mas ainda está em fase de adaptação ao futebol brasileiro e sentiu isso nos últimos dois jogos, contra o Guarani, principalmente o CRB. Tanto que, quando o treinador tentam aumentar o ataque com Elkeson, ele acabou sendo convocado.

A questão para domingo foi a abordagem do Cruzeiro na conquista de território, ocupação de espaço no campo. O Cruzeiro avança metodicamente no ataque, empurrando o adversário em direção ao seu gol. Sempre carregue a bola,com passes e linha de base. O goleiro Rafael Cabral se torna um jogador livre no início das jogadas. O jogo começa com ele ou com um zagueiro, principalmente nas pontas Zé Ivaldo e Eduardo Brock.

A partir daí, a equipe avança em bloco e se infiltra na linha do marcador, principalmente na última linha do marcador. O ala vira ponta, o ponta vai para dentro e o Cruzeiro ataca com cinco jogadores, mais um meio-campista na zaga. Portanto, não se pode descartar que Roger adote uma equipe mais forte na parte física e dinâmica. Bitello e Villasanti foram capazes de fazer exatamente isso. Campaz, embora ainda longe do jogador que foi em Tolima, que era mais rápido do meio para frente. Isso é quase uma compensação pelos problemas de mobilidade de Diego Souza. Isso vai ajudar o Grêmio a colocar mais pressão na saída do Cruzeiro e evitar que construa jogadas ainda na defesa.

Foi assim que os Mineiros, por exemplo, impuseram o Grêmio ao a uma das piores derrotas da Série B nesta temporada. Na tarde de 8 de maio, em Belo Horizonte, Roger usou um tripé Villasanti, Lucas Silva, Bitello no meio. Elias e Biel são extremos. Quando marcou de longe, o Grêmio acabou sendo empurrado para o próprio gol. Até reagiu no segundo tempo quando voltou com Gabriel Silva no lugar de Lucas e Campaz substituiu Bitello nos 15 minutos finais. A lição é que é preciso pontuar de forma mais agressiva e encurtar o espaço do Cruzeiro, avançando a linha. Então não descarta Lucas Leiva começando no banco e vendo Bitello em seu lugar.

Gremista

© Gremista. Todos os direitos reservados.