Vai sair? Grêmio libera os jovens e tenta negócios com medalhões

Vai sair? Grêmio libera os jovens e tenta negócios com medalhões

Anúncios
Anúncios

As contas preocupam o Grêmio. Não são apenas os números necessários para voltar à elite do campeonato brasileiro.

O Tricolor Gaúcho até deixou de falar em contratar reforços no mercado por questões financeiras, o que também deixou a diretoria em busca de negócios para jogadores ativos. As ofertas de atletas experientes são esperadas nas próximas semanas, mas a saída dos jovens já começou. Ontem (4), o Grêmio liberou Fernando Henrique para o Cruzeiro e Ricardinho para o Atlético-GO, meia e o atacante estão emprestados até final da temporada.

Anúncios
Anúncios


Aos 21 anos, Fernando Henrique e Ricardinho lideram a fila de negócios do Grêmio no meio da Série B do Brasileirão. Negócios de saída, na lista de prioridades do departamento de futebol. O plano é reduzir o plantel, diminuir o valor da folha de pagamento e ter o menor impacto possível na equipe de Roger Machado.

Brenno, Gabriel Grando, Campaz e Ferreira são considerados os ativos mais valiosos do mercado. Por outro lado, existem nomes que podem ser negociados, mas não podem envolver tanto dinheiro. “Medalhões” aguardam uma oferta para deixar o elenco. Thiago Santos lidera a lista, mas também estão Diogo Barbosa, Benítez e até Lucas Silva.

A folha de pagamento do Grêmio ultrapassa os 10 milhões de reais e, até agora, suas contas estão em dia – tanto em termos de salários quanto de direitos de imagem.

Anúncios
Anúncios

A diretoria admitiu que teve que recorrer ao banco no segundo semestre por causa dos salários dos jogadores.

Gremista

© Gremista. Todos os direitos reservados.