Grêmio prepara Campaz e vai ser titular contra o Londrina:”Nova chance”

Grêmio prepara Campaz e vai ser titular contra o Londrina:”Nova chance”

Anúncios
Anúncios

O Grêmio se prepara para ter uma nova alternativa para furar os esquemas dos adversários da Série B.

Depois de 14 rodadas difíceis com equipes fechadas (principalmente na arena), o técnico Roger Machado estava inclinado a confirmar as mudanças observadas no empate com o CSA. Campaz deve ocupar uma posição inicial. Com a saída do zagueiro Natã, Roger usa time com um meio-campista.

Anúncios
Anúncios

O colombiano está ansioso para atuar em sua posição mais natural pela primeira vez. Depois de seu sucesso em Tolima, Campaz é peça chave para uma nova chance de se tornar um meio-campista. Campaz foi improvisado na ponta direita e perdeu a vaga na primeira rodada de abertura da Série B.

Os jogos recentes do jogador foram elogiados por sua evolução e sua compreensão das tarefas táticas.


Campaz perdeu alguns quilos recentemente.

Em um sinal de maturidade, o que nem sempre acontece desde sua chegada a Porto Alegre, ele voltou de uma passagem fora da rotina do clube para disputar um amistoso contra uma seleção colombiana em forma. Roger Machado elogiou a atuação do jogador após o time vencer o CSA com o camisa 7:

— Se mostrou muito dinâmico, controlando o jogo tecnicamente. É uma alternativa importante. Gostei muito de como nos comportamos com este meia centralizado.

Anúncios
Anúncios

A adição de um meio-campista ao time titular reflete o quão bem o time não precisa confiar muito no sistema defensivo com 3 zagueiros. Com a melhor defesa da Série B, sofrendo apenas cinco gols em 14 rodadas, o ataque ainda tem espaço para melhorias. A equipe marcou 12 gols. Pior time que os demais concorrentes do G-4: 3 a menos que o Bahia, 4 gols atrás do ataque de Vasco e Cruzeiro.

Londrina colocou um importante teste na ideia de que a formação do Grêmio poderia superar melhor os obstáculos. Para manter uma boa sequência, o time acumula 8 jogos invictos na Série B, e a ideia da comissão técnica é contar cada vez menos com a defesa para seguir no G-4.

A equipe de Adilson Batista apresentará ao Grêmio dificuldades recorrentes desde o início da Série B. O povo paranaense apoiou a campanha, adotou uma boa estratégia defensiva e procurou surpreender o adversário no contra-ataque. Os números do time no jogo sugerem que esses são seus pontos fortes.

De acordo com o Footstats, Londrina tem a segunda menor porcentagem de posse de bola (46,3%) na Série B. Classificou o mesmo entre as 20 equipes que trocaram passes (3.955) e passes corretos (3.470). Graças a essa forma de jogar, o Paraná pode se beneficiar do espaço, pois pode atacar rapidamente. É a quarta equipe com mais arremates, com 65 em 13 jogos.

Com o aumento da eficiência ofensiva em alerta, Campaz deve ser a única novidade para o jogo desta terça-feira. Bruno Alves e Geromel devem permanecer entre os titulares. Rodrigo Ferreira e Nicolas como laterais e Bitello e Villasanti como dupla titular no meio-campo.

Gremista

© Gremista. Todos os direitos reservados.